Dica Cult: Up Altas Aventuras

Olá pessoal, tudo bem com vocês?
Hoje vim contar pra vocês a experiencia que tive assistindo o filme Up Altas Aventuras.
É um filme antigo, que demorei pra ver mesmo, mas que como eu não sabia o enredo, decidi ver outro dia.

Vamos lá então?

O enredo conta as aventuras que Carl (um idoso viúvo com seu sonho de se mudar para o magnífico Paraíso das Cachoeiras, na Venezuela) enfrenta ao conhecer Russel (um garoto escoteiro amante da natureza com seu sonho de protegê-la), Muntz (o explorador difamado buscando restabelecer sua reputação), Kevin (a ave tropical) e Dug (um golden retriever falante).
Fonte: wikipedia

Imagem: Google

No inicio, eu não dei nada pelo filme, mas me apaixonei completamente pela história, e foi um dos poucos filmes que me fizeram chorar copiosamente.
Logo no começo do filme, mostra o Carl criança, no cinema assistindo à um vídeo de seu ídolo. Um explorador que  viajou até a America do Sul, descobriu um "monstro", mas foi destituído de seu titulo, porque especialistas disseram que o "monstro não existia". Ele então, decidiu que iria encontrar o animal, e só voltaria após encontrá-lo.
Então na volta para casa, Carl conhece alguém, uma exploradora, que seria o grande amor de sua vida, Ellie.







Ellie conta a ele o seu grande sonho de exploradora, levar sua casa para o paraíso das cachoeiras, e faz Carl prometer que os levaria com balões.
Então eles se tornam grandes amigos, o tempo passa até que.....se casam!!




E o tempo passa, mas o sonho continua, porém eles não tinham condições de viajarem. Então levam suas vidas felizes aproveitando tudo ao lado do outro.


Com a velhice chegando mais e mais, Carl decide então comprar as passagens para que eles fossem ao paraíso das cachoeiras, e realizarem o grande sonho de infância.
Infelizmente, Ellie ficou doente e não pode viajar. Sabendo que não mais estaria nesse mundo, Ellie deu a Carl o seu livro de aventuras.



Então, ele se tornou um homem duro e rabugento, vivendo sozinho ao lado de grandes construções. O chefe da construção tenta comprar sua casa, mas ele não dá o braço a torcer.
Um dia, um garoto bate a sua porta, pedindo para que ele o ajudasse, e ajudando um idoso ele seria declarado um grande explorador da natureza. O garoto se chama Russel.



Mas Carl não quer ajuda e se despede do menino dizendo a ele para procurar a narceja que estava invadindo sua casa. Assim, ele consegue se livrar do menino.
Infelizmente, um dia, sua caixa do correio foi vitima de uma ré, o que causa sua fúria e ele acaba agredindo um funcionário da construção. Essa agressão o leva a juri, e o juiz o manda se mudar para uma casa de repouso.
Ele recebe os funcionários do asilo e pede mais um minuto para se despedir da casa. Porém, ele decidiu que levaria sua casa para o paraiso das cachoeiras.




Ele vai tranquilo, até que descobre que sem querer levou Russel consigo. Então, eles vão até a América do Sul. Porém eles são jogados para fora da casa e Russel dá ideia de se amarrarem à ela e andarem até o lugar que a casa deveria ficar.

Lá Russel encontra uma ave, a quem ele nomeia Kevin, e ele pede à Carl para poder ficar com ela, mas todo o tempo ele diz que não. Depois, os dois vão indo em direção ao outro lado da cascata e conhecem um cachorro chamado Dug, que usa um dispositivo que o permite falar com os humanos.


Durante a caminhada é apresentado outros cães que possuem o mesmo dispositivo, que estavam numa caçada à Kevin.
Assim, os outros cães os encontram e os levam ao mestre. Chegando lá Carl descobre que o mestre era seu ídolo de quando era criança, e fica feliz em poder encontrá-lo.
Conversando com Munts ele descobre que o monstro que ele tanto procurava era Kevin, e tenta sair de lá sem que ele perceba, porém, Kevin faz um barulho e os denuncia. Eles saem numa fuga para levar Kevin até sua casa, um labirinto, contudo, quando chegam lá, são alcançados por Munts e seus cães falantes.
Porém, Munts coloca fogo em baixo da casa, fazendo com que Carl, deixasse Kevin ser pega.
Russel fica muito triste e disse que não queria mais seus botons de explorador. Carl consegue baixar a casa no local em que ele sonhava, bem junto a queda da cachoeira.
Ele entra em sua casa e senta em sua cadeira. Começa a observar o livro de aventuras de Ellie e descobre que ela o havia preenchido com todos os fatos de suas vidas juntos, e no final pediu a Carl para encontrar uma nova aventura para ele.




 Quando Carl sai para falar com Russel descobre que ele decidiu buscar Kevin sozinho. Então Carl tenta colocar a casa no ar. Como estava muito pesada, ele decide jogar os móveis para fora até que a casa voasse novamente e ele pudesse alcançar Russel e ajudá-lo a resgatar Kevin.
A bordo do Espirito de Aventura, o dirigível de Munts eles enfrentam muitas dificuldades mas no fim, conseguem vencer e levar Kevin de volta ao Labirinto.


Eles retornam ao continente e Russel recebe seu ultimo boton que completa sua faixa e o faz um grande explorador da natureza.
Eles continuam bons amigos, dividindo mais experiencias e vivendo novas aventuras.


Carl perde a casa durante a briga com Munts e no fim descobrimos que a casa foi até onde ela deveria estar, junto a cachoeira.


Para mim, esse se tornou um filme favorito. Sempre que passar eu vou assistir. Eu amei e recomendo. Ele te ensina como amar e como formar uma grande e forte amizade.

Espero que tenham gostado.

Até o próximo post.

Beijos!




5 comentários :

  1. Amooo esse filme! E amei seu blog, super lindo! Seu filho também é lindo, muito fofo... adoro crianças. Beijinhos e sucesso com o blog ;*
    http://www.docesresenhas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá flor. Que bom que gostou. Volte sempre!! Você é mais que bem-vinda!! Adorei seu blog, estive por lá ontem! Pode contar que estou te seguindo!! Beijos!

      Excluir
  2. Amooo esse filme! É muito fofo! E a história é linda!
    www.hicultura.com

    ResponderExcluir
  3. Também adorei. Seja bem-vinda! Volte sempre! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ai, eu já assisti esse filme umas 5 vezes. amoooooo linda a história desse velhinho e do amor que ele tinha pela sua esposa. É um amor muito lindo que não vemos igual nos dias de hoje. Muito BOM MESMO esse filme SUPER INDICO a TOdas! Bjinhos SUELI & BELI

    ResponderExcluir

 
-